Richard Prince é processado por infringir copyright

Em maio de 2015, Richard Prince ganhou destaque por ter feito em NY a exposição “New Portraits”, na qual prints de contas do Instagram de outras pessoas eram expostas em formatos de quadros e vendidas por 90 mil dólares.

Mais informações sobre este caso estão aqui.

2014-09-30-princeinstall3

Todavia, foi apenas no dia 30 de dezembro de 2015 que Prince sofreu o primeiro processo judicial devido a exposição que fez, haja vista que em momento algum ele solicitou autorização dos titulares das contas do Instagram para realizar a mostra e comercialização das obras.

Vale dizer que ainda no começo do ano, Graham havia enviado cease and desist letters tanto para Prince quanto para a galeria, solicitando que sua obra fosse retirada da exposição, todavia os pedidos não foram atendidos.

O fotógrafo Donald Graham é o responsável pela ação em face de Prince, que também atinge a galeria em que a exposição foi realizada (Gagosian Gallery). A imagem que Graham alega ter sido indevidamente apropriada por Prince é a “Rastafarian Smoking a Joint“:

rasta-gago-1280-1024x666

Graham alega que por Prince ter feito modificações mínimas em sua fotografia, a “nova arte” não teria aspectos transformativos o suficiente para que atendesse aos requisitos da doutrina do fair use e assim se enquadrasse nesta exceção de copyright. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s