EUA fecha o cerco para a impressão de armas plásticas

Após a notícia de que os EUA ainda falham em 95% das detecções de entrada de armas de metal nos aeroportos, os Democratas e o State Department optaram por retomar ações em face da proibição da impressão de armas plásticas.

Os Democratas, através de Steve Israel, propuseram o direto banimento da impressão destes objetos. O “The Undetectable Firearms Modernization Act” (UFMA) visa proibir a manufatura de armas inteiramente de plástico. Ou seja, donos de armas ainda poderão criar armas com partes de plástico, desde que o objeto contenha partes essenciais de metal, suficientes para tornarem os objetos detectáveis. Remover a parte de metal deverá ser algo ilegal, bem como deverá tornar a arma inoperável.

Já o State Department liberou dois depoimentos nos quais apoia o aumento do controle na publicação de arquivos contendo armas a serem impressas, bem como qualquer arquivo que contenha dados técnicos necessários para a impressão destas.

O Departamento enviou uma carta para a polêmica startup Defense Distributed, informando que o governo exigirá que a DD tenha uma permissão específica para publicar qualquer arquivo digital relacionado a impressão de armas. Ainda, o Departamento anunciou que esta exigência será feita para qualquer um que deseje imprimir armas em casa.

Fonte da imagem destacada: http://www.forbes.com

Anúncios

Um pensamento sobre “EUA fecha o cerco para a impressão de armas plásticas

  1. Pingback: EUA propõe revisão legal que proíbe exportação de arquivos de armas impressas | Direito Tech

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s