Popcorn Time e a fragilidade dos novos modelos de negócios

O Popcorn Time foi lançado para os sistemas Linux, OS X 10.7 e Windows 7. Além de ser um projeto open source, permite ao usuário usufruir de um serviço semelhante ao Netflix com qualidade tão boa quanto. A grande surpresa é que esse programa é totalmente gratuito, mesmo disponibilizando os últimos lançamentos do cinema.

Parece impossível analisar as possibilidades criadas por esse site e não desconfiar de que mais cedo ou mais tarde ele seria fechado ou réu de algum processo judicial por parte daqueles que possuírem seus direitos autorais violados.

Obviamente, o app possui pequenos defeitos: os arquivos não suportam codecs de áudio mais avançados, o streaming “demora” de 10 a 15 segundos para começar (mas, como disse Louis C.K., o sinal da sua internet está indo até o ESPAÇO SIDERAL e voltando para fazer gerar essa imagem mágica que você vê no computador – então não custa nada ter um pouco de paciência e esperar) e às vezes o playback dá problemas.

Os desenvolvedores do site, nativos de Buenos Aires, se mostravam extremamente despreocupados. Em uma entrevista para o TorrentFreak um deles afirmou: “Nós não esperamos problemas legais (…) Nós não hospedamos nada, e nenhum dos nossos desenvolvedores ganha dinheiro. Não existem anúncios, contas premium, taxas para se inscrever ou nada do gênero. É um experimento para aprender e compartilhar“.

De fato, o Popcorn apenas facilita que as pessoas assistam a conteúdos pirateados por outros usuários. Tudo o que o site fazia era reunir os arquivos de vídeo, não necessariamente os hospedando.

Acontece que, previsivelmente e apenas após 4 dias de funcionamento, os donos do site foram “pressionados“ a retirar a plataforma do ar e os seus códigos do GitHub. Porém, como bem sabemos, uma vez que algum conteúdo entra na rede dificilmente ele consegue ser completamente apagado.

Sendo assim, o site de torrent YTS ressuscitou o Popcorn alegando que seus desenvolvedores estão em uma situação, do ponto de vista do copyright, mais segura do que os desenvolvedores anteriores da plataforma, devido ao fato de que agora ela é construída no API do YTS.

O projeto do site voltou para o GitHub e a nova versão funciona como a anterior, porém com alguns adicionais por usar o trakt.tv para rastrear metadados de filmes, tendo agora total cobertura de pôsters, duração e sinopses. 

O grande “cheque-mate” do Popcorn Time é que ele faz cair por terra aquela máxima de que a melhor maneira de as empresas privadas concorrerem com a pirataria na internet é através do oferecimento de serviços de altíssima qualidade a preços não abusivos. Bom, a qualidade do Popcorn é tão boa quanto e, ainda, de graça.

Pode-se afirmar com propriedade que o Popcorn Time é, até a presente data, a maneira mais fácil de ter acesso a filmes “pirateados“. Extremamente simples de ser usada pelo usuário, não precisa lidar com burocracias autorais como o Netflix e Amazon Instant, deixando, inevitavelmente, esses outros programas comendo poeira em questão de quantidade de produtos no acervo.

O Popcorn Time foi um dos projetos mais acessados no GitHub, além de ter sido grande alvo da mídia, ganhando inúmeras assinaturas em menos de uma semana. Sendo assim, a força do livre compartilhamento na internet levanta novamente questionamentos a respeito dos modelos de negócios que estão sendo empregados na internet como maneira de monetizar produtos autorais.

O Netflix foi pioneiro ao considerar a realidade do usuário conectado no momento de criar o seu serviço, sendo por isso merecedor de inúmeros elogios pela ótima percepção e contextualização da Sociedade Digital. Ocorre que as possibilidades criativas nas redes mudam esses contextos, que se tornam mais efêmeros a cada dia que passa.

Resta à indústria de entretenimento tentar novamente se adaptar às possibilidades trazidas pela internet. Quem sabe dessa vez o modelo de negócio a ser criado consiga incorporar as incríveis possibilidades democráticas de compartilhamento informacional nas redes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s